Loading

Comunicar com estrangeiros: às vezes o que parece não é…

Sendo eu uma convicta praticante da troca de casas, recebo com certa frequência propostas de vários lugares do mundo. Algumas simpáticas famílias estrangeiras esforçam-se por vencer eventuais barreiras linguísticas recorrendo à tradução automática das mensagens que enviam. E é por esta razão que, às vezes, me encontram a rir sozinha diante do PC. A última […]

ler mais

Alfarroba e gafanhoto

De vez em quando, chega-nos uma novidade sobre deficiências de tradução da Bíblia, que nos tiram o chão que sempre julgámos conhecer. Ele é a virgem que afinal era jovem; ele é a cauda do camelo que afinal era a corda de uma rede de pesca… Pois há dias ofereceram-me um livro sobre árvores* que […]

ler mais

Subtilezas com a máxima importância

Um cliente pediu-nos a revisão de um texto já traduzido de inglês para português. De acordo com o cliente, a tradução não apresentava propriamente erros, mas, considerando sobretudo tratar-se de um texto para crianças, não apresentava a qualidade linguística suficiente. Ou seja, como um tecido gasto, via-se o inglês à transparência. Arregaçámos as mangas com entusiasmo. […]

ler mais

Legionella

Os jornais têm-se fixado neste nome, que imprimem em itálico, como se convencionou fazer em caso de nomes de espécies. Mas poderiam também usar a forma portuguesa “legionela”, que está atestada nos dicionários como nome comum, dispensando-se portanto o itálico. E poderiam também usar o termo “legionelose”, para designar a patologia causada pela bactéria. A alternativa […]

ler mais

Ébola

A palavra tornou-se dolorosa; pesada de ameaças e irradiante de tristezas. Todos os dias a lemos e todos os dias tememos o que significa; esperando a boa notícia que acabará por varrê-la gradualmente dos jornais e noticiários. Lembrei-me de que desmontar o medo, como se desmonta um brinquedo, ajuda a espantá-lo. Comecei pela palavra, e fui dar com um rio […]

ler mais

Mourinho, Jesus e Talisca à volta da gramática

Durante a semana passada, assistimos encantados à discussão entre Mourinho e Jorge Jesus sobre gramática. Embora admirando a atitude pacificadora de Jorge Jesus, ficámos com uma certa pena por não se terem verificado desenvolvimentos que mantivessem por mais tempo a gramática portuguesa nas capas dos jornais desportivos e de todos os outros. Ainda tivemos esperança, mas […]

ler mais

Selfie

Ainda a silly season não se deu bem por despedida e, confesso, já vou tendo saudades. Recordo uma discussão havida à beira da piscina entre pequenas e grandes gargalhadas sobre as diversas possibilidades de traduzir o omnipresente anglicismo “selfie”. Claro que rir era o único objetivo; bem sabemos que nenhuma palavra portuguesa poderá substituir a […]

ler mais